Processos Seletivos


DADOS DO PROCESSO SELETIVO 2014


Gráfico 01 – Síntese Número de Inscritos, aprovados e reprovados por  linha de pesquisa  – Ano 2014

seleção 2014

Fonte: Dados da secretaria do PPGE/CAMEAM/UERN – Ano 2016. 

    


DADOS DOS PROCESSOS SELETIVOS (2014 e 2015)


Gráfico 02 – Síntese Número de Inscritos, aprovados e reprovados por linha de pesquisa – Anos 2014 e  2015

seleção 2014-2015

Fonte: Dados da secretaria do PPGE/CAMEAM/UERN – Ano 2016

  


DADOS DOS PROCESSOS SELETIVOS  (2014, 2015, 2016)


Gráfico 03 – Síntese Número de Inscritos, aprovados e reprovados por linha de pesquisa – Anos 2014, 2015, 2016

seleção 2014-2016

Fonte: Dados da secretaria do PPGE/CAMEAM/UERN – Ano 2016

   


SÍNTESE DOS DADOS – INSCRIÇÃO, APROVAÇÃO E REPROVAÇÃO (2014, 2015, 2016


1)      INSCRIÇÃO

 Gráfico 04 – Número de Inscritos por linha de pesquisa no processo seletivo (2014 a 2016)

numero de inscritos

Fonte: Dados da secretaria do PPGE/CAMEAM/UERN – Ano 2016

 

2)      APROVAÇÃO

Gráfico 05 – Número de Aprovados por linha de pesquisa nos processos seletivos (2014 a 2016)

numero de aprovados

Fonte: Dados da secretaria do PPGE/CAMEAM/UERN – Ano 2016

  

3)      REPROVAÇÃO

Gráfico 06 – Número de Reprovados por linha de pesquisa nos processos seletivos (2014 a 2016)

numero de reprovados

Fonte: Dados da secretaria do PPGE/CAMEAM/UERN – Ano 2016

 


SÍNTESE QUALITATIVA DOS DADOS


Em 2014, primeiro ano de seleção do curso, foi perceptível a intensa demanda por vagas. Foram 85 inscritos, sendo 25 na linha 1, 34 na linha 2 e 26 na linha 3. Desses, foram reprovados 66, sendo 19 na linha 01; 28 na linha 02; e 19 na linha 3. Em 2015, foram 123 inscritos, sendo 20 na linha 1, 62 na linha 2 e 41 na linha 3. Do total de inscritos, houve 92 reprovações, 12 na linha 1, 49 na linha 2 e 31 na linha 3. Em 2016, foram 99 inscritos, 26 na linha 1, 37 na linha 2 e 36 na linha 3. Do total, 75 foram reprovados, distribuídos da seguinte forma: 19 na linha 1, 31 na linha 2 e 25 na linha 3.

O índice de reprovação nos referidos anos foi observado com maior intensidade na fase da prova escrita, já que, de um modo geral, os alunos não atendiam aos critérios de domínio de conteúdo, clareza e organização das ideias. Outro fator observado foi o distanciamento dos temas projetos com a área do ensino e as linhas de pesquisa do PPGE. Uma das saídas que encontramos para minimizar o impacto negativo nos índices de reprovação nos anos seguintes foi passar a ofertar um número maior de vagas para alunos especiais em disciplinas, de modo que o candidato, ao ter a oportunidade de compartilhar discussões conceituais e metodológicas em disciplinas do PPGE e conhecendo o perfil dos docentes, fosse adquirindo mais experiência para concorrer nos processos seletivos subsequentes.

Quanto aos APROVADOS, em 2014, tivemos 19, assim distribuídos: 6 na linha 01, 06 na linha 02 e 07 na linha 03. Vale ressaltar que inicialmente prevíamos 13 vagas, mas ampliamos para 19. Assim como em 2014, em 2015, houve ampliação de vagas para ingresso de alunos, considerando que realizamos o credenciamento de novos professores no PPGE. De 21 vagas previstas, foram aprovados 31 candidatos, sendo 8 na linha 01, 13 na linha 2 e 10 na linha 3. Já em 2016 foram aprovados 24 candidatos: 7 na linha 1, 6 na linha 2 e 11 na linha 3. Inicialmente, havíamos previsto a oferta de 14 vagas, no entanto, com o credenciamento de novos professores, foi possível ampliá-las.


Atualizado por: Francisco Renato da Silva Santos em 06/04/2017 (Setor para Contato: C.A. P.FERROS - Diretoria do Campus Avançado de Pau dos Ferros )