Área de Concentração


Sujeitos, Saberes e Práticas Cotidianas

Congrega pesquisas em torno das questões que envolvem o sujeito, os diferentes tipos de saberes e subjetividades que tecem as práticas cotidianas nas distintas realidades sociais, em ambientes institucionais ou não institucionais, que permeiam a construção da vida em coletividade. A ênfase na condição do sujeito inclui os aspectos da formação social, cultural e política, bem como trajetórias de vidas e de ideias, práticas diversas e relações interpessoais tecidas cotidianamente. Assim, enfoca os sujeitos e como os mesmos avaliam, apreciam, utilizam, criam, destroem e reconstroem as diversas relações sociais; como agem na sociedade e nos variados espaços e contextos, como orientam suas ações, vidas e práticas a partir de seus interesses, paixões, saberes de mundo, sentidos, crenças etc. Essa é uma forma concreta de captar as expressões dos sujeitos e as manifestações dos seus comportamentos individuais e coletivos.


A área de concentração é marcada também pela necessidade de contemplar e responder aos desafios que são colocados ao intelectual e ao profissional das Ciências Sociais e Humanas diante das múltiplas práticas e saberes científicos, populares, poéticos, literários, artísticos, da tradição e narrativas que constituem contextos cotidianos e realidades locais, entendendo por locais os lugares social e culturalmente constituídos. Por saberes incluem-se, ainda, aqueles referentes à memória social e individual que sejam fundamentais para a compreensão e análise da realidade circundante que é, simultaneamente, local e global. Deste modo, considera-se a área de concentração proposta como uma temática que requer uma abordagem complexa da realidade, envolvendo, para tanto, a interlocução e a interação entre diferentes áreas das ciências humanas.


É nesse campo de investigação que ganham força análises e pesquisas que foquem temáticas relacionadas à condição e ao lugar dos sujeitos na contemporaneidade, enfatizando a emergência de novas subjetividades, a luta por reconhecimento e a produção de novas identidades sociais. Além disso, contempla investigações acerca das práticas sociais relativas à vida cotidiana e suas dinâmicas de interação, tão importantes para reflexões que exploram a relação entre o vivido e o narrado.


A investigação sobre o sujeito apresenta-se como um campo de estudo capaz de apreender a noção de humano e de cultura de forma mais complexa e plural, a partir de pesquisas acerca da diversidade cultural, das práticas e representações coletivas, bem como das interações sociais nos diversos grupos e seus agentes. Os sujeitos tecem cotidianamente práticas significativas para suas vidas e estas engendram saberes e subjetividades que, por sua vez, os constituem. Em vista disto, quando se pensa o sujeito pressupõe-se a íntima articulação entre a produção de saberes, as práticas cotidianas e os modos de construção da subjetividade. A interligação dessas dimensões constitui um campo de reflexão que busca revigorar a formação humana, profissional e a construção dos saberes nas Ciências Sociais e Humanas.

 

LINHAS DE PESQUISA

Linguagens, Memória e Produção de Saberes

Tem por foco as diferentes linguagens veiculadas em múltiplos meios e materiais, tais como as tecnologias de comunicação e a mídia. Leva em conta a forma como os espaços de produção de saberes incorporam ao seu cotidiano linguagens apoiadas nas experiências, nas emoções, nas narrativas míticas, e nas linguagens artísticas da cultura popular, seus contos, suas falas, suas poesias: fontes de saber e valor. A partir da conjunção entre linguagem, conhecimento e poder, propõe uma nova leitura dos saberes científicos e suas fronteiras em relação às diferentes formas de expressão cultural utilizadas como marcas para a construção da memória individual ou coletiva: histórias de vida, festas, celebrações de religiosidade popular, saberes artesanais, poéticas da oralidade e da escrita. Explora reflexões acerca das dimensões discursivas da linguagem como forma de inscrição e enunciação de ubjetividades atreladas a relações de poder, trazendo à cena sujeitos que ao utilizarem a linguagem em suas práticas culturais encontram sentido para a produção de saberes discursivos

Cotidiano, Identidades e Subjetividades

Aglutina estudos acerca das experiências e práticas sociais cotidianas que envolvem construções de coletividades, elaborações culturais e simbólicas concernentes à produção diferencial e subjetiva e a enunciação de processos identitários de grupos e indivíduos, levando em conta os aspectos étnicos, raciais e de gênero, dentre outros. Inclui, ainda, reflexões sobre os processos de formação e expressão de subjetividades, percepções, afetos, pensamentos em meio às formações culturais e sociais, bem como a produção e transmissão de conhecimentos e saberes e modos de fazer, conceber e representar temporalidades e espacialidades de populações e/ou grupos sociais e culturalmente diferenciados. As análises propõem leituras e abordagens acerca da produção de identidades, dos contextos cotidianos de negociação e articulação das diferenças em torno dos processos de enunciação da cultura, no âmbito de sistemas de identificação cultural e das mobilizações identitárias coletivas, como uma dimensão generalizada do discurso humano; este explora e agencia as diferenças no intuito de produzir diversas concepções de identidade coletivas e de articular a fronteira da diferença, por meio das experiências cotidianas, diretas e simultâneas da continuidade e da ruptura, caracterizando a cultura como um universo aberto-fechado, permanentemente modificado pelas sequências dos eventos e que produz a inovação como algo intrínseco, dado e constante.

 

 

 


Atualizado por: Francisco Felipe da Silva em 28/11/2014 (Setor para Contato: PROPEG - Gabinete do Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação )

Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - UERN
Campus Universitário Central, Rua Professor Antônio Campos, s/n, BR 110, km 48, Bairro Costa e Silva - Mossoró/RN | 59600-000 | propeg@uern.br | (84)3315-2176
© 2012 Agência de Comunicação da UERN - AGECOM | agecom@uern.br | 84 3315-2144 / 3315-2115 | Sistema de Controle de Páginas

^